sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Possuir-te...


Possuir-te num emaranhado de sentimentos

descer ao fundo de mim mesmo

numa descoberta sem par

amar-te no mais amplo sentido

sem tabus, sem medos, sem regras

percorrer o teu corpo como um mapa

fazer minhas as regiões que conquistei

amar-te, dar-te de mim o melhor

a minha vontade louca de me saciar

nesse rio manso que é teu corpo

sentir o desejo crescer, explodir

e apagar no teu ventre o fogo que me devora

beijar a tua boca como quem bebe

e pessuir-te como quem é dono

dar ao teu sorriso doce uma outra luz

deitar-me sobre o teu corpo como em lençois de cetim

encher o teu corpo do meu desejo

molhar a tua pele macia com o meu suor

e juntos na dança das noites inquietas

entoando hinos que só nós conhecemos

amamos com gritos presos na boca molhada

por beijos que devoram a razão

agarrados pela noite fora

corpos unidos por desejo e loucura

será que fazemos amor ou que nos devoramos

não interessa saber que nome dar

possuídos, molhados, exaustos, dormentos

que interessa que nome dar ao acto

interessa amar e ter prazer

chamem-lhe fazer amor

chamem-lhe foder...!!!

3 comentários:

rui m disse...

Cabrão, és um corno um veado a Princesa te põe os cornos á força toda ou será que és um tolo como nós todos foda-se que sina a nossa todos candidatos a cornos mansos, estou fodido agora vou ficar com a rebeca e que se fodam todos

Sergio disse...

Romeu
hoje deu-te forte andas mesmo com vontade de foder alguém porra ai no brasil há tanta gente para foder e precisam via para portugal foder os outros, vai-te pro caralho meu fode para aí tudo que te aparecer

Romeu disse...

Rui
olha corno és tu meu cabrão a princesa não me pôs os cornos ela ainda não esteve com o americano nem vai estar ela vai voltar para mim e tu te lixas

Sergio
cala o bico sabes lá o que dizes
ainda te parto os cornos