quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

PALAVRAS AO VENTO...


Palavras jogadas ao vento

Quantas palavras...

Mentiras contadas às avessas

Quantas mentiras...

Sonhos desfeitos

Quantos sonhos...

Amor mal cuidado

Quanto amor...

Tempo perdido

Quanto tempo...

Horas que passam

Chuvas que insistem

Quanta chuva

Coração dolorido

Quanta dor...

Lembranças que machucam

Quantas lembranças...

No peito solidão

Quanta solidão

Mera ilusão

Quanta ilusão

Vida que passa devagar

Na areia o caminhar

Passos lentos

Vento no corpo a tocar

Olhar distante

Muito distante

Sem alegria

Tudo não passou de...Sonhos!

3 comentários:

Rui M disse...

Numa coisa tens razão as nossas palavras leva-as o vento eu bem falo nas minhas falas não chegam ao coração da princesa o vento as levas ao Deus dará e vão parar á cabeça logo dum paneleiro que triste sina a minha
A tua não é melhor ela também não te ouve o que me deixa feliz porque não é só comigo

Anjo disse...

As vossas palavras rui o vento as tráz para mim é a mim que a princesa ama por isso não ouve nada do que vocês podem dizer desaparece daqui porra

Romeu disse...

Deicha-te de meiguices para mim Rui Merdas,eu so gosto de mulheres,eu nao sou o Xavier nem o Alex,mas te estas a portar um pouco melhor..
Olha Rui,o melhor e juntarmo-nos todos e darmos o fora ao Anjo,assim depois quem tiver mais forca e que fica com a princesa.
ROMEU.