terça-feira, 28 de abril de 2009

PASSEIO AO ALGARVE...


O SÉRGIO HOJE FOI ATÉ
AO ALGARVE
POR ISSO NÃO VEIO AQUI
MAS OLHEM COITADO ALGUÉM ME ENVIOU
ESTA FOTO DELE TODO ENVERGONHADO
ATRÁS DAS ROCHAS, COM MEDO DE MOSTRAR
O PERNIL...

4 comentários:

REBECA disse...

Muchas veces nos sentimos ajenos a nosotros mismos,

que no nos pertenecemos,q existe un alguien mas dentro ,
q nos controla,un extraño, nos sentimos extraños
En realidad estamos compuestos de un sin fin se
emociones y varios "yo"... pero todos son partes de
un mismo......... asi es lo q sentimos en ocasiones
y nos preguntamos ¿es una desconocida la del espejo?

Joana. disse...

este burro está incrivel tu és o máximo amigo adorei o teu blog está lindo de morrer

Zeca Diabo disse...

Já tenho quinze anos Acho que estou crescendo E quando tiver dezoito Já quero estar fudendo Já está chegando o tempo Estou ficando coxuda Meus seios estão crescendo E minha buceta peluda O rapaz com quem me casar Não quero que seja broxa Quero mesmo que ele tenha Uma pica comprida e grossa E quando estiver atrasado Conte com esta buceta Não fica bem um marmanjão Se acabando na punheta E prá quem não sabe Punheta é a maior ilusão Você pensa que está fudendo Mas tá com o caralho na mão E agora eu me despeço Fazendo bilú-bilú Com três dedos na buceta E dois dedos no cu.

Sergio disse...

Era uma vez o Romeu e sua querida vizinha
O brasileiro leva a sua vaca para cruzar com o touro da vizinha.
Depois de ajudá-los no que podiam, os dois ficam ali, pendurados na cerca,
a olhar os animais a fazerem o serviço.
Aí o alentejano, muito malandreco, olha com malícia a vizinha e comenta:
- Comadre, eu tô doidinho pra fazer aquilo que o seu touro tá fazendo na minha vaca!
E ela:
- Entonces vai lá, cumpadri! A vaca não é sua?