sexta-feira, 8 de maio de 2009

«Seu olhar sensual...»


Seu olhar sensual me convida ao prazer,

sua voz suave me incita ao desejo...

Meu corpo se toca em você,faz me ir ao delírio,

num reboliço de paixão,

minha vida se entrega,

e se rende à sedução...

meu corpo procura o seu,

e sente o frio da tua ausência,

sofre a dor da solidão,

a angústia da distância.

Minha alma procura a sua,

e encontra-a dentro de si,

meu coração procura o seu,

e sente o seu pulsar em meu peito,

sente a sua dor,

o seu amor,

sente a falta do meu calor.

Viver, sempre essa saudade,

essa falta, esse pavor,

vem para mim e mata essa dor!

6 comentários:

Princesa disse...

Meu Amor
Mar imenso
que nos distancia,
mas não nos afasta!

Nosso amor
conhece o mar,
navega nele
todos os dias
da nossa vida!

Não haverá
naufrágio
e chegará a bonança,
as águas acalmarão,
e o meu coração,
liberto da tempestade,
esperará com esperança,
o dia
em que o mar imenso
nos aproximará,
para sempre,
para sempre, meu amor!
Como te amo

REBECA disse...

En un rincón del corazón, grabaré
tu nombre, acariciandole en cada latido,
y dando gracias a la vida el haberte
conocido...


Guardare los recuerdos contra mi propia
voz, los defenderé del silencio,
la distancia y el olvido...


No dejare paso a la tristeza o al llanto
y escribiré en uno y mil
poemas el amarte tanto...


Y cada noche dormire bajo tu sombra,
y buscare la dulzura de tu mirada
en el brillo de las estrellas...para así
encontrar la paz anhelada...

Y cada mañana de lluvía o de sol,
respiraré para respirarte...

Zeca Diabo disse...

Eu canto a Porra e o varão potente
Esse que fez dos rins, no seminário,
A toda a carne humana guerra ardente
No excesso do apetite fornicário:

O Martinho, ou carneiro de semente,
Que sobre as putas tem membro arbitrário;
Eclesiástico anfíbio de maldade
Que, juntamente, foi clérigo e frade.

(...)

Não quero as nove irmãs que, por inuptas,
Me não hão-de influir, sendo donzelas;
Desejo um coro de noventa putas
Graduadas no exercício de michelas:

Mas se é preciso que, do Pindo, as grutas
Tenham parte da voz nas tangedelas,
Bastará que me assistam do Parnaso
Os colhões e a porra do Pegaso.

(...)

Ouvirás, 'inda posto a barlavento,
As fodas do eclesiástico jumento.

Romeu disse...

Meu amor
Noite de Prazer...

A noite vai rolar... muitas emoções, há um revoar de chamas em nossas mãos, toques sensuais, mágicos, lascivos,

Pela na pele, olhos nos olhos íntimos.

Profusão de beijos elétricos, molhados em nossas bocas ressequidas, mexe a óbvia lógica do tesão.

Flui a partilha em êxtases delirantes, ao olharmos despidos um para o outro, estocadas profundas, rápidas, alucinantes,
contrai teu corpo feito uma ave de rapina, até o clímax da exaustão orgástica.

É assim que você me faz sonhar com o calor das fêmeas mais ardentes.

Oh, linda noite de prazer ilimitado, que matiza o encantamento amoroso.

Dá vontade de cantalorar um tango e encostar o corpo numa estrela e delirar.

Romeu

rui manuel disse...

Romeu o teu blog está melhor que nunca eu gosto mas me diz uma coisa que é feito do Romeu que fizia uns comentários valentes olha que no blog da joana faltas tu para me ajudar vê lá o que andas a fazer ou já puseste os cornos aqui aos amigos.
amigo é para tudo até para foder os cornos ao amigo a brincar claro como sempre aconteceu entre nós
um abraço pá

Romeu disse...

Amigo Bobi!
Claro que nao desapareci,ando a ver como corre isto tudo,a minha princesa continua tolinha pelo Anjo,que pena,me ajudas tambem a comquistar ela?
Se assim for os amigos sao para as ocasioes.