sábado, 9 de maio de 2009

Por te amar...


Perdi-me nas palavras

de desejos escondidos,

subi pelas paredes,

dos teu recantos mais sombrios.
Saciei a minha vontade,

no teu corpo recortado,

beijei e descobri tudo em ti,

levei-te ao céu em movimentos desenfrados!
Foi calor, foi desejo e vontade,

foi amar-te dentro do mais puro prazer.

Despir-te só de um gesto,

apalpar tudo que tens,

apertar-te de desejo,

agarrar tudo o que quero!

Percorrer-te num só beijo,

deixar a lingua navegar em ti.

Sentir o corpo a gemer,

dar-te tudo e receber!
Saciar a libido do meu ser,

matar tudo que vive fechado em mim,

será só um momento de prazer,

mas por te amartudo isto me faz querer!
Vejo-te ali na cama já molhada,

desvendo de novo todos os caminhos,

os meus dedos te percorrem,

todo o teu corpo devagarinho.

Torces, gemes e imploras,

mostras o prazer enquanto coras,

e num gesto de vontade,

procuras tudo o que te quero dar.

Levo-te à loucura,

acabo com essa chama,

abraças forte e apertado,

gritas tudo no prazer tão desejado!

E foi amar só por te amar!

8 comentários:

Princesa disse...

Meu amor
Nua,
Vestida de amor
Esqueço a dor
E vou ao teu encontro

Nesse abraçar
Sem braços, nem laços,
Do amor-imaginado,
Te quero em mim.

Viajo,
Me perco no tempo
Ensaio um sorriso
Se me vejo no teu olhar.

Te amo

REBECA disse...

No quiero pensar en ti,
y en ti siempre pienso,
no quiero recordar el ayer,
y en nuestro pasado pienso,
no quiero que en mi corazon estes,
y mi corazon late de tu recuerdo,
pero yo me pregunto,
te pasa a ti todo esto,
piensas en mi,vives de los recuerdos,
me quieres,como yo te estoy queriendo.
Sufrimos los dos por este amor,
un amor tan nuestro,
que ni la distancia ni el tiempo,
nos hace olvidar,que ambos dos nos queremos.

Joana. disse...

Minhas mãos
Em desespero,
Desabotoam, rasgam,
A roupa que esconde
O objeto de meus desejos,
Enquanto as tuas acariciam
Cada pedaço de mim.
Unimos nossos corpos
Sedentos,
Desejosos,
E no embate das vontades,
No saciar de nossas necessidades,
Sentimos escorrer
Nosso prazer.

Zeca Diabo disse...

SONETO DE TODOS OS CORNOS

]Não lamentes,

RUI, o teu estado,

Corno tem sido muita gente boa;

Corníssimos fidalgos tem Lisboa

,Milhões de vezes cornos têm reinado

.Siqueu foi corno, e corno de um soldado

:Marco Antonio por corno perdeu a c'roa;

Anfitrião com toda a sua proa

Na Fábula não passa por honrado

;Um rei Fernando foi cabrão famoso

(Segundo a antiga letra da gazeta)

E entre mil cornos expirou vaidoso;

Tudo no mundo é sujeito à greta

:Não fiques mais, RUI,

duvidoso

Que isto de ser corno é tudo peta

Maria clara disse...

Romeu
á muito tempo que sigo o teu blog e se queres uma opinião agora sem as macacadas que eram de pouco interesse e dirigidas só a pessoas específicas, está muito melhor setá erótico e sensual como penso que tu deves ser sabes invejo esta princesa que não te liga, não por ela mas por ti que te podias virar para outro lado olha eu sou de Peniche vivo a beira mar adoro a minha terra e tenho um fraquinho por ti por iso hoje resolvi dar a cara.
Espero que não me leves a mal
um beijo melado

rui manuel disse...

Então meu corno que te aconteceu ficaste preso na barraca do cão bem me parece que sim quem te foi prender se calhar foi o anjo que por aí passou e te pôs uma trela para não chegares á Princesa agora rio eu eh eh eh estás preso, mas o blog está a maneira melhor que nunca

rui manuel disse...

Maria Clara continua por aqui amiga o Romeu deixou de ser tolo agora esta preso na barraca mas logo o soltam e fica doido mas o blog tens razão está melhor assim

Romeu disse...

Maria Clara.
Adorei teu comentario.adoraria conhecer Portugal,e ja estive a ver no mapa,peniche tem uma linda praia com muito peixe,e mulheres bonitas,estou a gostar muito de ti,do teu comentario